variedades

domingo, 20 de outubro de 2013

ROSANE SILVEIRA


Outra metade


Eu venho de alguns momentos de solidão
daqueles que vez ou outra me deparo com 
minha outra metade, aquela que se esconde

debaixo da tristeza

ela é uma brincalhona, vive se escondendo de mim
e quando eu penso assim:
não vou ser mais feliz
ela aparece e me faz sorrir

brinca de faz de conta
que a vida é bela
e pela fresta de minha janela
vejo um mundo todo azul

de estrelas cintilantes pelo ar
vejo também algumas nuvens
de um branco encantador
como pode em minha outra parte
se esconder tanto amor?

Rosane Silvei

2 comentários:

  1. Muito obrigada doce e querida amiga minha fiquei muito feliz em estar aqui

    ResponderExcluir
  2. Eu é que sou eternamente grata a você querida poetisa.bjus

    ResponderExcluir